segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

U-hu!

Por um bom tempo achei que podia planejar e dominar a minha vida. A alguns anos atrás assumi um papel que muitos ao meu redor esperavam de mim. Hoje vejo que acabei perdendo algum tempo. Seria algo como imaginar uma estrada e várias saídas. Eu tinha a opção de ficar nela ou escolher um outro caminho. Sempre decidia ficar no caminho que eu estava. Até que o caminho começou a ficar monotono e não estava me levando a lugar algum. Um dia entrei numa dessas saídas sem saber onde eu iria sair.
A partir desse momento muita coisa mudou. Comecei a viver um momento "u-hu" (essa expressão não é minha, mas achei sensacional). É algo como apertar a tecla "foda-se". É muito bom fazer isso, mas ao mesmo tempo não deixa de ser assutador. Assustador por que a gente nunca sabe o que vai acontecer. Perdi o controle de tudo, mas acho que tenho vivido as coisas mais intensamente. O maior medo era sempre de quebrar a cara. Só que isso é inevitável. Melhor cair e levantar do que viver se arrastando.
Nesse momento entrei numa dessas saídas. O cara conformado ainda existe em mim, mas o cara "u-hu" está mais forte. Como nos desenhos estou com o anjo e o diabo nos meus ombros. O mais racional já me deu a resposta que eu preciso, o "u-hu" só dá risada. Eu só não descobri ainda quem é o anjo e quem é o diabo.

2 comentários:

Rodrigo disse...

U-hu, just do it...

Neca disse...

Mesmo que às vezes se perca e se sofra, só se é feliz e se tem ganhos se a gente ousa! Bem-vindo à VIDA, com todas as suas emoções!
Beijo.